Guia Prático Para Vender Artesanato Por Atacado: Comece Hoje Mesmo!

Guia Prático Para Vender Artesanato Por Atacado: Comece Hoje Mesmo!

Vender artesanato por atacado é uma das melhores opções para quem quer iniciar um negócio!

Você, que está começando a produzir agora ou já possui clientes fiéis, não imagina o quanto é fácil expandir os seus horizontes! 😎

Por mais que pareça complicado, vamos provar que você pode fazer muito sucesso com a venda em larga escala.

Acredite no seu potencial e mergulhe na sua verdadeira paixão, sem deixar de acreditar que o lucro vai chegar! 👏

Apresentamos uma série de dicas práticas para que você possa se planejar. A possibilidade de ter o seu próprio negócio é real, e você nem vai precisar abrir mão daquilo que mais ama!

Como começar no artesanato 🤔

Para que a estratégia seja completa, é importante começarmos do início. Algumas dicas são importantes para desempenhar a função no artesanato. Seguindo este caminho, vender artesanato será uma consequência natural e lucrativa.

Os 10 tópicos a seguir vão ajudá-la a se certificar de que vender artesanato por atacado é realmente o que você quer fazer. Em seguida, vem a parte prática. Prepare-se!

1. Acumule experiências 👓

Se vender artesanato por atacado for se tornar a sua principal renda, é muito importante que você já tenha prática no ramo!

Procure fazer todos os tipos de trabalho, dos mais simples aos complexos. Desta forma, você terá mais habilidades para criar os seus próprios produtos.

2. Pense em especializações ✏

Existem muitas opções de cursos no mercado! Encontre uma que caiba em seu orçamento e comece a se aprofundar.

Você vai perceber que este conhecimento a mais fará toda a diferença na hora de vender artesanato por atacado. Principalmente se investir pesado em aulas práticas.

3. Acredite no próprio talento 🌞

Não adianta tentar vender artesanato por atacado se pensar que o produto oferecido não é interessante. Confie em sua criatividade e qualidade para atrair o público!

Momentos de dificuldade podem acontecer na sequência, mas confie plenamente na sua capacidade de fazer um bom produto.

4. Procure um foco 👩

Por mais que o talento e o foco sejam grandes, não dá para abraçar o mundo. Escolher uma fatia do mercado é fundamental para ver o sucesso chegar!

No mercado de roupas, por exemplo, existem costureiras que se especializam na fabricação de calças jeans. Saiba qual tipo de artesanato produzir para atrair clientes com mais frequência.

oficina do artesanato vender por atacado

5. Conheça o seu público 👪

Vendendo para lojas ou clientes fixos, é fundamental saber qual parte do público mais se procura e o que eles estão procurando.

Caixas de presente, pinturas em madeira e artigos para bebês estão entre peças de artesanato que fazem grande sucesso. Identifique se você está vendendo com mais frequência para homens ou mulheres, sem se esquecer da faixa de idade.

6. Tenha um local de trabalho 👥

Muitas pessoas começam a vender artesanato por atacado trabalhando em casa. Mas isso não te impede de reservar um cantinho só para você!

Separe um quarto ou mesmo um porão para poder trabalhar com tranquilidade. Isto fará toda a diferença no momento em que você precisar manter o foco em produzir.

7. Dedique um tempo diário ⌚

Para quem possui um emprego fixo e pretende fazer uma renda extra com artesanato, a dica pode parecer complicada de seguir. Porém, é uma prática que vai fazer toda a diferença!

Tente reservar uma parte do seu dia para a prática do artesanato, mesmo que seja um período muito curto. A frequência na realização das atividades vai fazer com que você se torne ainda melhor! E, claro, ainda pode gerar novas ideias para produtos.

8. Exercite a criatividade 🙆

Pode parecer difícil, mas buscar novas opções de produtos é o que atrai o público de maneira instantânea! Seja pelo interesse ou pela curiosidade em um novo trabalho.

Inspire-se em coisas que já são vendidas e tente ser original! Coloque-se no lugar do cliente final e pense no que pode chamar a sua atenção.

9. Olho nos investimentos ✍

Antes de começar a vender artesanato por atacado, é fundamental ficar de olho no investimento inicial!

Você deve manter o pé no chão e não apostar em um grande retorno imediato. Gaste aquilo que for possível e procure deixar uma reserva em caso de emergência.

10. Atenção ao mercado 👁

Agora que você já possui certa prática, é hora de observar o que as lojas costumam comprar para revender.

Escolha um segmento e entre de cabeça! Busque um produto final com extrema qualidade, que possa chamar a atenção dos lojistas.

Como vender artesanato por atacado: os passos práticos 👌

Depois de se ambientar na atividade, é hora de começar a pensar em ganhar dinheiro. E os lucros podem vir de diversas formas. Porém, vender artesanato por atacado é o que traz maior retorno e produção.

Seguindo estes passos, será possível realizar as vendas para pequenas, médias e grandes lojas, o que vai tornar o seu trabalho mais conhecido!

1. Crie um catálogo 📁

Depois de decidir quais serão os produtos produzidos, monte um arquivo com tudo que você pode oferecer aos clientes.

Será uma forma resumida de conhecer seu trabalho e abordar representantes de lojas com mais praticidade.

Também procure detalhar o catálogo com informações, como tamanho e tiragem mínima/máxima. É uma forma de fazer com que o comprador não tenha dúvidas no momento de realizar uma encomenda com você.

2. Atenção aos processos legais 📓

Esta parte parece complicada, mas é super prática de lidar depois que se inicia o trabalho.

Ao comprar materiais e revender, você já opera como uma “empresa”. Desta forma, não há como fugir. É fundamental que você opere com um CNPJ. Mas tenha em mente que isso não é um bicho de sete cabeças!

Por meio do Programa Micro Empreendedor Individual (MEI), você pode iniciar as atividades de sua pessoa jurídica. Depois de realizar o processo de pedido à prefeitura de sua cidade, você poderá emitir notas fiscais.

Por quais motivos elas são importantes?

Elas comprovam de onde você comprou a matéria prima e para quem você vendeu. Servem para diversos controles realizados pela Receita Federal. Vender artesanato por atacado para empresas sem CPNJ é impossível – e ilegal!

Por isso, não deixe de disponibilizar um CNPJ para compradores e vendedores. Isso torna o processo extremamente profissional, além de evitar problemas posteriores.

Todos os seus compradores e fornecedores pedirão registros por meio de nota fiscal. Organize-se para que todos obtenham os registros.

Mas isto é muito fácil de resolver! Pela internet, é possível fazer todas as emissões.

Detalhe importante: se você realiza apenas vendas para consumidores finais em pequena quantidade, não há necessidade de emitir notas! Este recurso só é fundamental quando envolve outras empresas e lotes consideráveis.

oficina do artesanato vender por atacado.

3. Aborde lojas de atacado 📋

Você pode vender artesanato por atacado em parceria com as lojas do ramo. Procure entrar em contato com as lojas e oferecer condições especiais.

Após conhecerem o seu trabalho e os itens que está disposto a vender, é possível fazer uma negociação por demanda.

Tente oferecer uma quantidade que você vá conseguir atender de forma tranquila. É importante não iniciar esta relação com algum atraso.

Depois que a loja iniciar as vendas, será muito mais fácil ter um feedback sobre as vendas. Será possível notar o que é mais vendido e quanto tempo demora para que o estoque termine.

Com um desempenho satisfatório nas vendas, será fácil manter a relação com o lojista. Avalie se é possível aumentar a demanda gradualmente, sem que isso prejudique a sua produção.

4. Cuidado com as dívidas 💸

Tente não iniciar um negócio com o pé esquerdo. Jamais gaste muito mais do que você está conseguindo faturar.

O equilíbrio financeiro é muito importante de início. Faça cálculos para saber o quanto você pode produzir. Sempre parta do princípio de quanta matéria-prima você consegue comprar.

É uma forma de evitar inconveniência, prometendo ao lojista algo que não será possível cumprir. Lembre-se de que o cheque especial não é uma opção!

5. Defina um planejamento 📈

Saber o ponto de partida e o ponto onde se quer chegar é fundamental para o sucesso de qualquer negócio. E é você quem decide isso!

Independente de estar produzindo em casa ou em um escritório, você precisa decidir qual é o rumo que seus empreendimentos vão tomar.

Vender artesanato por atacado é uma opção muito lucrativa e, caso o produto comece a circular com maior intensidade, será preciso se organizar com mais rapidez.

Alguns pensam em contar com outros profissionais. Outros ficam apenas com as demandas que podem suportar sozinhos.

Mas o fundamental é: evite querer dar um passo maior do que a sua perna. Foque naquilo que você pode lidar no momento e, sempre que possível, faça reservas para ampliação no futuro.

6. Procure os melhores fornecedores 📞

Quanto menos você gastar com matéria prima, mais vai conseguir lucrar. Mas isso não significa que você deve abrir mão da qualidade.

Deixando a boa procedência de lado, o resultado final será afetado. E dificilmente você conseguirá emplacar nas vendas para os lojistas.

Pesquise, com muita paciência, as opções que o mercado lhe oferece. Seja inteligente e gaste menos em itens qualificados.

Desta forma, o cliente final vai notar o carinho do artesão com o produto. Isso fideliza ainda mais a relação.

7. Mantenha a determinação ⚒

Não vai ser de cara que os lojistas vão se render aos seus produtos. É preciso manter muita paciência neste aspecto.

A prática do artesanato vai fazer com que você aperfeiçoe muitas técnicas e possa pensar em muitos produtos novos.

Desta forma, mantenha sempre contato e busque uma boa relação. Não force a barra sempre que quiser mostrar o seu catálogo.

Tente, sempre que possível, apresentar as novidades. Quando surgir um produto de interesse da loja, pode ter certeza que ela vai encomendar.

8. Saiba calcular um preço justo 💱

Muitas artesãs tentam ganhar da concorrência apenas jogando o preço lá embaixo. Saiba que essa não é a melhor prática para ganhar espaço!

É fundamental ter um produto qualificado para oferecer, que atenda as expectativas dos clientes.

Por isso, não adianta consumir apenas matéria prima barata e colocar qualquer coisa no mercado. Antes de tudo, você precisa passar a ideia de que tudo que vier de você é muito bem feito!

Desta forma, você será notada como profissional e terá o seu preço compreendido. E neste estágio, você pode calcular como achar mais justo.

A dica é levar em consideração três fatores: tempo gasto na produção, investimento feito em matéria prima e a distância em que o produto de artesanato será entregue.

Valorizar o próprio produto não é nenhum demérito. Porém, fique atenta ao que circula no mercado. Também não vale a pena propor valores elevados!

9. Seja acessível e bem recomendada 💻

Estar na internet é um dos passos mais importantes para que o sucesso chegue. Vender artesanato por atacado vai te render muitos seguidores, caso você saiba realizar um bom trabalho nas redes sociais.

Além disso: fará com que o consumidor final te encontre com facilidade, o que pode gerar vendas diretas!

Mais do que isso. É um canal para que os lojistas possam te encontrar! Hoje em dia, telefone e e-mail não dão conta de todo o trabalho.

Seja ativa e fique atento aos contatos que receber. Pode ser uma oportunidade de fechar negócio com novas atacadistas!

E, claro, sempre que puder, procure recomendar uma loja ou uma outra artesã. Faça isso, principalmente, quando vierem perguntar de algum produto específico com o qual você não trabalha.

Desta forma, você vai fortalecer a sua rede de relações e ainda dará bons motivos para que os outros profissionais te recomendem!

10. Trabalhe com reservas 💵

Vender artesanato por atacado costuma ser um sucesso, mas é muito importante saber lidar com imprevistos.

Mantenha um dinheiro guardado para qualquer emergência. Afinal de contas, a produção não pode parar e você não terá apenas uma loja para atender.

Sem falar nos clientes finais, que podem procurar diretamente a sua marca após conhecerem em alguma das lojas atacadistas.

Mantenha esta estrutura de pé e, caso seja necessário, tenha para onde correr caso surjam problemas que estavam fora do roteiro.

A tendência entre os produtos de artesanato 🕌

Para vender artesanato por atacado, é fundamental ficar de olho no que faz sucesso entre os compradores.

Isso também envolve os materiais utilizados. Uma forte tendência é o uso de materiais recicláveis.

É isso mesmo que você leu! É possível fazer coisas muito bonitas com materiais descartados como garrafas pet, plásticos, papelões, vidros, filtros, pó de café e caixas de leite.

Fique sempre atenta para não deixar passar nada! É uma forma de economizar na compra de materiais e ainda fazer sucesso reaproveitando-os. Até em caso de erro durante a produção, você não sai tanto no prejuízo.

Fios, latas e cordas também podem ser reutilizados com muita facilidade. Procure investir nesta tendência e exercite esta prática. Quando perceber, vai ter várias ideias de como reaproveitar várias coisas que estão jogadas em sua casa!

Conhece a tinta spray? Ela será uma aliada fortíssima nesta batalha!

Com uma facilidade incrível de aplicação, ela vai ser o fator principal de muitas das transformações que você vai realizar.

Lembrando que ele também não serve apenas para novas composições. É super útil para mudar o visual de qualquer produto que você já tenha elaborado!

Oferecer este tipo de produto para as lojas fará com que você ganhe pontos. É uma forma de atrair atenção por meio de sua praticidade e criatividade mesmo sem grandes recursos!

Este tipo de item costumar bombar nas lojas. Seus pedidos com certeza vão aumentar!

oficina do artesanato vender por atacado

Como vender artesanato por atacado na internet? 📲

São muitos os meios de você chegar aos lojistas! Mas a internet mostra que também há vida sem eles.

Caso seja muito difícil fechar um acordo, também há a possibilidade de vender artesanato por atacado em sua própria loja na internet!

Hoje é muito fácil montar um blog ou uma página no Facebook, por exemplo. Por meio desses espaços, é possível estabelecer preços e ir recebendo cotações.

Outra vantagem é poder estabelecer o preço que quiser! Dessa forma, o cliente terá contato direto com a sua unidade vendida.

Porém, algumas outras preocupações precisam ser consideradas, como a preocupação com serviços de entrega e a disponibilização de eficientes formas de pagamento.

Dessa forma, a sua imagem criará uma relação firme com o consumidor final, que vai poder criar uma relação de fidelização.

Mas este excelente recurso também pode ser voltado para as lojas. Além de usar as redes para tentar contatos diretos, produtos e catálogos podem ser disponibilizados.

É preciso usar a comunicação a seu favor. Novos contatos vão surgir de forma natural e será o momento de administrar tudo com maestria.

Isto inclui a sua demanda! Procure se organizar com perfeição, fazendo com que você não fique devendo o produto de ninguém.

Também é fundamental definir o seu raio de ação. Não divulgue que vai entregar produtos em todo o Brasil caso não tenha estrutura para isso.

Caso sinta necessidade, busque a ajuda de quem tem mais prática em manter lojas na internet. Absorver conhecimento também será importante para fazer o seu negócio decolar!

Trabalhando a própria marca 📷

No momento em que você expõe a sua marca na internet, é importante saber trabalhar com ela!

O primeiro passo é tentar constituir uma linguagem visual. Um logotipo, por exemplo, vai te ajudar a abordar clientes e lojistas de forma mais profissional.

No caso das redes sociais, saiba explorar cada uma da melhor forma possível. Padronizar postagens, de acordo com a linguagem de cada plataforma, pode ser o seu diferencial.

Separamos algumas dicas para que você possa tornar a sua marca extremamente forte na internet.

1. Conheça as especialidades das redes sociais 📊

O Instagram e o Pinterest permitem que você trabalhe de forma mais visual. Busque apresentar as melhores imagens de seus produtos e inspire a curiosidade de quem lhe acompanha!

As páginas do Facebook possuem um perfil muito mais comercial, permitindo até um espaço para que seja realizada uma venda. Não abra mão de detalhes nesta rede social, especificando preços, prazos e produtos disponíveis.

Outra particularidade do Facebook é a necessidade de atualização constante com conteúdos! Procure fazer postagens voltadas ao interesse do seu público, sempre com conteúdo relacionado ao artesanato, é claro.

As redes sociais também trazem a possibilidade de gerar posts patrocinados. Estes são espécies de anúncios dentro das redes sociais. Caso tenha recursos para investir, é uma forma extremamente eficiente de se chegar a um público segmentado!

As duas plataformas oferecem a possibilidade de realizar uma Live! Este tipo de transmissão ao vivo permite que você tenha contato direto com os clientes e possa tirar as dúvidas que aparecerem.

O YouTube também é extremamente visado pelo público. Se você quiser, pode repassar estas transmissões para um canal. É mais uma forma de fazer com que pessoas novas conheçam o seu trabalho.

Para negociar diretamente com lojistas e clientes, o WhatsApp é a ferramenta mais instantânea e eficiente. Faça com que o atendimento seja rápido e dinâmico, gerando mais um ponto positivo em seu negócio.

2. Explore os espaços físicos 🗺

Vender artesanato por atacado em lojas físicas vai te dar bastante visibilidade, mas você sempre pode alcançar vôos maiores!

Fique de olho na possibilidade de expor em feiras de artesanato, seja em grandes ou pequenos eventos.

Fazer o seu trabalho estar presente faz com que o público interessado possa te observar de perto. Este contato direto vai reforçar a divulgação do seu trabalho e pode gerar reflexo nas vendas!

Procure levar os seus melhores trabalhos para exposições. E também não deixe de mostrar o seu lado mais criativo.

Faça muitas pesquisas e não deixe que as oportunidades passem. Não são raros os locais e momentos em que o público interessado busca se reunir.

3. Estreite os laços com os clientes 🤝

A partir do momento em que você já está vendendo, vale muito o esforço para manter uma clientela fiel.

Como conseguir isso?

Não deixe de oferecer promoções e novidades, principalmente para quem está comprando com você há mais tempo.

O mercado está sedento por novidades e itens criativos, que chamam a atenção naturalmente. Não deixe de trabalhar neste sentido também!

Uma vez que a relação já está estabelecida, também é sempre importante buscar um salto de qualidade no próprio produto. Ou, até mesmo, investir no aprendizado de técnicas novas!

Mostrar uma reciclagem constante vai fazer com que o público te enxergue com outros olhos. Os lojistas também terão confiança no próximo produto que você vai elaborar.

Dessa forma, vender artesanato por atacado vai ser a sua principal atividade, e pode ser acompanhada de diversos pedidos avulsos! Acredite, trabalhe, invista e tudo vai se concretizar!

oficina do artesanato vender por atacado

Considerações finais 😎

Esperamos que esse artigo sobre como vender artesanato por atacado tenha esclarecido suas dúvidas a respeito dessa atividade e possa guiá-la com mais segurança nesse caminho tão promissor.

Para que fique ainda mais fácil para você, fizemos um resumo ordenado dos passos práticos que você deve tomar para começar a vender artesanato por atacado:

1. Tenha a certeza de que você realmente quer vender artesanato por atacado 🧥

De certa forma você precisará de muita criatividade, tempo livre para produzir em grande escala, espaço (estoque) para armazenar sua produção e, é claro, como em qualquer outro negócio, muita persistência.

2. Não desista – adapte-se 👊

Para vender por atacado, ou seja, em grande quantidade, também é necessário produzir em grande quantidade. Para isso, você vai precisar de um bom capital para comprar a matéria-prima para produzir suas peças.

Caso você ainda não tenha muito dinheiro para investir, não desista! Ao invés de começar com peças muito onerosas e trabalhosas, comece com as mais simples, assim, seu investimento inicial poderá ser menor.

3. Encontre um fornecedor 📦

Uma vez definido o tipo de artesanato que você vai vender em larga escala, procure o melhor fornecedor (quanto mais barato, melhor, mas nunca deixe de lado a qualidade) para atender sua demanda.

4. Cuide dos aspectos legais 📑

Para vender artesanato para empresas, lojas ou qualquer outro tipo de pessoa jurídica e também para comprar a matéria-prima para produzir suas peças, você precisará de um CNPJ a fim de emitir notas fiscais que comprovem as entradas e saídas de dinheiro e produtos.

Você pode começar sendo MEI (Micro Empreendedor Individual).

5. Crie um catálogo 📔

Depois de definir o tipo de peça que você irá vender, crie um catálogo (pode ser físico ou virtual) o mais detalhado possível para apresentar aos futuros compradores.

6. Vá atrás dos seus clientes 🚗

Agora, vendendo artesanato por atacado, você está em busca de clientes que compram em grandes quantidades e não mais aquela pessoa física simples, sua vizinha ou amiga, que sempre comprou 2 ou 3 peças.

Conheça quais são as lojas e empresas da região que podem se interessar pelo seu artesanato e marque reuniões para apresentar seu catálogo e suas soluções.

7. Seus clientes também estão na internet 🖥️

Além de procurar lojas e empresas físicas, você também pode criar um site, um blog ou um perfil em uma rede social – ou em várias – para que mais pessoas fiquem sabendo sobre o seu trabalho.

8. Fique de olho no seu negócio 💰

E finalmente quando as vendas começarem a acontecer e a produção começar a aumentar, fique de olho em todos os aspectos importantes como as peças que saem com mais frequência, as que ficam mais tempo paradas no seu estoque, o tipo de loja/empresa que mais compra de você, os elogios/reclamações que você mais recebe, quanto dinheiro está sobrando no final do mês, se o saldo está positivo.

Tudo isso é essencial para que você continue tocando seu negócio e possa vender artesanato por atacado com mais segurança e, é claro, fazendo cada vez mais sucesso!

Ficou empolgada com a ideia de vender artesanato por atacado? Tem alguma dúvida? Achou algum passo complicado demais? Não sabe muito bem por onde começar?

Deixe um comentário abaixo. Estamos à disposição para esclarecer suas dúvidas e guiá-la em todo o processo!

Boa sorte! 🤞😍

One thought on “Guia Prático Para Vender Artesanato Por Atacado: Comece Hoje Mesmo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *